Pensamentos Aleatórios

Repleta de conflitos tanto externos como internos, ergo os olhos, enxergo o futuro que está esperando por mim, e não me deixo abalar pelos tropeços que encontrarei pelo caminho. Fazem parte do processo de evoluir. Evoluir como ser humano, que pensa, fala, discute, erra, mas que principalmente, não tem medo, porque sabe que nunca estará sozinha.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Esconderijo


Blocos de concreto sugam a felicidade
Enquanto o medo transparece no tremor das mãos;
Aqui o sol não surge na aurora
E a única luz que vemos
É aquela quando fechamos nossos olhos.


Nossas bocas sedentas;
De um pouco de água,de alimento,de coragem,
Enquanto nossos corações
Necessitam apenas de esperança
Para continuar batendo.

Presos a um quarto escuro
Onde só nos resta rezar;
Para que a mente não estremeça,
E fraqueje a ponto de nos assassinar.


A palidez de nossa pele
E o vermelho de nossos olhos
Contrastam com a escuridão dos pensamentos;
E o que nos era importante,
Agora parece superficial e impensável.


Antes o que queríamos era viver,
Mas a palavra de ordem agora é apenas
Sobreviver.


(Um dos poemas que tive como inspiração um sonho que tive, em que eu e mais um amigo, estávamos vivendo em cárcere privado.Vocês irão ver ao longo do tempo que, a maioria das minhas inspirações, foram tiradas de sonhos que tive.Bons ou Ruins.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário