Pensamentos Aleatórios

Repleta de conflitos tanto externos como internos, ergo os olhos, enxergo o futuro que está esperando por mim, e não me deixo abalar pelos tropeços que encontrarei pelo caminho. Fazem parte do processo de evoluir. Evoluir como ser humano, que pensa, fala, discute, erra, mas que principalmente, não tem medo, porque sabe que nunca estará sozinha.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Cinzas

Hoje senti um perfume. Era igual ao teu. Misturado com teu cheiro, o cheiro que eu dizia que você tinha, que eu sentia quando te abraçava, ou quando deitava nos teus braços.

Hoje ouvi uma música. A que eu cantava para você, quando estava deitada na sua cama do teu lado, enquanto você tocava violão e me olhava.

Hoje lembrei do gosto dos teus lábios. São insubstituíveis. Teus lábios grossos que só de estar próximos aos meus, me derretia.

Hoje eu em cada canto dessa cidade que andei, pensava que era você.




Eu acordo todos os dias sonhando que em um desses, você venha com seu fiesta azul na minha porta.





Mas tudo isso são só cinzas do resto de amor que sobrou de nós dois.




Nenhum comentário:

Postar um comentário